Notícias – News

Estagiários de estudantes Alemães no

Espaço Co-Work no âmbito do programa ERASMUS+

[PT]

No dia 17 de Janeiro de 2023, 7 estudantes alemães de Leipzig , acompanhados por 2 professores, chegaram a Lisboa num programa de estágio de quatro semanas.

No primeiro dia, visitaram pela primeira vez, o Espaço Co-Work do CNAIM Lisboa que será o local onde vão realizar as atividades no âmbito do Estágio. Foram recebidos por Alexander Kpatue Kweh, Coordenador do Fórum Refúgio Portugal, e o Mubarak Hussein da UREP que apresentaram às organizações sem fins lucrativos que ajudam pessoas em situações de refúgio.

A chegada dos estagiários alemães coincidiu com a visita de estudo ao Espaço Co-Work de 15 alunos e 2 responsáveis do Curso de Mediador Intercultural que a Fundação Aga Khan Portugal está a promover no Instituto de Desenvolvimento Social (IDS) em Lisboa.

Ambos os grupos de estudantes nacional e internacional foram unidos numa sessão no Auditório do Centro Nacional de Apoio à Migrante – CNAIM Lisboa e ouviram a apresentação feita pelo Coordenador do Fórum Refúgio sobre as atividades que a associação União de Refugiados em Portugal e a plataforma Fórum Refúgio desenvolvem no Espaço Co-Work e no resto do território nacional no âmbito dos apoios dados às pessoas em situações de refúgio, as articulações com instituições de acolhimento, contatos com Decisores ao nível nacional e internacional, e das participações em projetos e iniciativas que visam promover a plena integração, inclusão social e autonomia das pessoas refugiadas e requerentes de asilo acolhidas em Portugal.

A principal razão pela qual os alunos iniciaram para o estágio é obter uma visão intensa da cultura variada e excitante de Lisboa. Eles gostariam de saber como as pessoas vivem e trabalham em outro país e obter mais experiências internacionais. Eles gostariam de lidar com clientes internacionais e querem melhorar suas habilidades no idioma. Eles também querem manter contato com a população local e conhecer outra língua estrangeira. Sua expectativa é construir paralelos com suas profissões atuais, bem como desenvolver-se com confiança.

É uma honra terem escolhido a UREP e a plataforma Fórum Refúgio Portugal para os seus programa de Estágio, e esperamos que as próximas quatro semanas sejam repletas de aprendizagens e contribuições para o trabalho das associações no Espaço Co-Work do CNAIM Lisboa.

[Veja galeria de fotos dos primeiros 2 dias abaixo]

[EN]

On January 17, 2023, 7 German students from Leipzig, accompanied by 2 teachers, arrived in Lisbon on a four-week internship program.

On the first day, they visited for the first time, the Espaço Co-Work of CNAIM Lisboa, which will be the place where they will carry out the activities within the scope of the Internship. They were received by Alexander Kpatue Kweh, Coordinator of the Fórum Refúgio Portugal, and Mubarak Hussein from the União de Refugiados em Portugal – UREP who introduced the non-profit organizations that help people in refugee situations.

The arrival of the German interns coincided with a study visit to the Espaço Co-Work (Co-Work Space) by 15 students and 2 persons responsible for the Intercultural Mediator Course that the Aga Khan Foundation Portugal is promoting at the Institute for Social Development (IDS) in Lisbon.

Both groups of national and international students were joint in a session in the Auditorium of the National Center for Migrants Support – CNAIM Lisbon and listen the presentation made by the Coordinator of the Fórum Refúgio on the activities that the association União de Refúgios em Portugal and the Fórum Refúgio platform develop in the Co-Work Space and in the rest of the national territory in the context of support given to people in situations of refuge, articulations with host institutions, contacts with decision-makers at national and international level, and participation in projects and initiatives that aim to promote the full integration, social inclusion and autonomy of refugees and asylum seekers hosted in Portugal.

The main reason why the students set out for the internship is to get an intense insight in the varied and exciting culture of Lisbon. They would like to know how people live and work in another country and get more international experiences. They would like to deal with international customers and want to improve their language skills.

Also, they want to stay in contact with local people and get to know another foreign language. Their expection is to build parallels to their current professions as well as develop themselves personally.

It is an honor that they chose UREP and the Fórum Refúgio platform for their Internship program, and We hope that the next four weeks will be full of learning and contributions to the works of associations at the Espaço Co-Work at CNAIM Lisbon.

[See photo gallery of the first 2 days below]

 

 

 

Solidarity For Ukraine – Call To Support The Ukraine Refugees


Refugees from Ukraine have begun arriving in neighboring Poland

What we all fear for Europe is now happening and we are now standing for the innocent people of Ukraine as its army is trying to repel a full-scale Russian invasion, with fierce battles taking place close to the capital Kyiv.

Fighting is raging at an airfield on the outskirts of the city, and it could become a springboard for the Russian army into Kyiv if its troops seize it.
The Russian assault is being fought on several fronts after it attacked from the east, north and south on Thursday.
Kyiv has been hit by blasts, and at least one block of flats was damaged.
There are also reports of gunfire inside the city and on its northern outskirts, amid Ukrainian government warnings that “saboteurs” may already be operating inside the city.
Overnight, families took shelter in Kyiv’s metro stations as aerial attacks struck the city, including the densely-populated Pozniake area, injuring at least eight.
Ukrainian officials said there had been missile strikes on the city and a Russian aircraft had been shot down.

NATO member Poland has reportedly relaxed visa and pandemic rules for Ukrainians fleeing danger following Russia’s invasion of their country

Some of the first refugees from Ukraine have arrived in European Union member Poland by road and rail.

Ukrainians carry and roll luggage after crossing the Polish-Ukrainian border into Medyka, Poland, on Thursday.

The passengers of various ages, arriving with bags and backpacks, told the Associated Press they were fleeing war. Some live in Poland and were returning urgently from visits to their homeland.The chief of Poland’s border guards, Gen. Tomasz Praga, said there was a visible increase in the number of people wanting to cross into Poland.Officials said Poland has prepared at least eight centers with food, medical care and places to rest. It was reported that border-entry requirements had been relaxed for those traveling westward from Ukraine.

We are already collecting items that will help to accommodate the first badge of refugees from Ukraine who have been accepted and given shelter in Poland:  

⁃ bunk beds from 1 to 100 pcs
⁃ air mattresses + pumps – 100 pcs
⁃ folding beds – 100 pieces   ⁃ bed set (pillow, blanket, sheet)
⁃ towels 100-200 pcs   ⁃ soap   ⁃ shampoo  Food, etc.
⁃ disposable tableware (deep plates, spoons, forks, glasses)
⁃ products (cereals, pasta, quick soups, canned food, pates, bread, tea, cheese, sausages, milk, cocoa, sugar, salt)
⁃ napkins/disposable towels
⁃Medicines: antipyretic drugs   ⁃ sedatives
-Socks, Clothing, Shoes, winter jackets

We ask for all kinds of support in order to help the Ukraine refugees. Please kindly send an email to our General HQ at geral@urep.pt

Other Contacts: 

Lisbon, Portugal Office: mubarak.hussein@urep.pt
Krakow, Poland Office: adam.labar@urep.pt

——————————————————————————————————————————————————————

Solidariedade para a Ucrânia – Chamado para apoiar os refugiados da Ucrânia

Refugiados da Ucrânia começaram a chegar à vizinha Polônia

O que todos tememos pela Europa está acontecendo agora e agora estamos defendendo o povo inocente da Ucrânia, enquanto seu exército tenta repelir uma invasão russa em grande escala, com batalhas ferozes ocorrendo perto da capital Kiev.

Os combates estão ocorrendo em um aeródromo nos arredores da cidade, e isso pode se tornar um trampolim para o exército russo em Kiev se suas tropas o capturarem.
O ataque russo está sendo travado em várias frentes depois de ter atacado do leste, norte e sul na quinta-feira.
Kiev foi atingida por explosões e pelo menos um bloco de apartamentos foi danificado.
Também há relatos de tiros dentro da cidade e em seus arredores ao norte, em meio a alertas do governo ucraniano de que “sabotadores” já podem estar operando dentro da cidade.
Durante a noite, famílias se abrigaram nas estações de metrô de Kiev quando ataques aéreos atingiram a cidade, incluindo a área densamente povoada de Pozniake, ferindo pelo menos oito.
Autoridades ucranianas disseram que houve ataques com mísseis na cidade e um avião russo foi derrubado.

A Polônia, membro da OTAN, relaxou as regras de visto e pandemia para ucranianos que fogem do perigo após a invasão da Rússia ao seu país

Alguns dos primeiros refugiados da Ucrânia chegaram à Polônia, membro da União Europeia, por estrada e ferrovia.

Ucranianos carregam e rolam bagagem depois de cruzar a fronteira polaco-ucraniana em Medyka, na Polônia, na quinta-feira.

Os passageiros de várias idades, chegando com malas e mochilas, disseram à Associated Press que estavam fugindo da guerra. Alguns vivem na Polônia e estavam retornando com urgência de visitas à sua terra natal. O chefe dos guardas de fronteira da Polônia, general Tomasz Praga, disse que houve um aumento visível no número de pessoas que querem atravessar para a Polônia. oito centros com alimentação, assistência médica e locais de descanso. Foi relatado que os requisitos de entrada na fronteira foram relaxados para aqueles que viajam para o oeste da Ucrânia.

Já estamos coletando itens que ajudarão a acomodar o primeiro distintivo de refugiados da Ucrânia que foram aceitos e abrigados na Polônia:

⁃ beliches de 1 a 100 peças
⁃ colchões de ar + bombas – 100 peças
⁃ camas dobráveis ​​- 100 peças   ⁃ jogo de cama (travesseiro, cobertor, lençol)
⁃ toalhas 100-200 peças   ⁃ sabonete   ⁃ xampu  Alimentos, etc.
⁃ talheres descartáveis ​​(pratos fundos, colheres, garfos, copos)
⁃ produtos (cereais, massas, sopas rápidas, conservas, patês, pão, chá, queijo, enchidos, leite, cacau, açúcar, sal)
⁃ guardanapos/toalhas descartáveis
⁃Medicamentos: antipiréticos   ⁃ sedativos
-Meias, roupas, sapatos, jaquetas de inverno

Pedimos todo tipo de apoio para ajudar os refugiados da Ucrânia. Por favor, envie um email para o nosso Quartel General para geral@urep.pt

Outros Contatos:

Escritório de Lisboa, Portugal: mubarak.hussein@urep.pt
Escritório de Cracóvia, Polónia: adam.labar@urep.pt